Pesquisar
Close this search box.

Jucieli Peccin assume coordenação da CDL Jovem de Bento Gonçalves

Empresária sucede a Leonardo Carboni no comando do departamento ligado à Câmara de Dirigentes Lojistas

Presidente da CDL-BG, Marcos Carbone, Jucilei Peccin e Leonardo Carboni, da CDL Jovem de Bento Gonçalves. Imagem: Exata Comunicação, Bárbara Salvatti

Incubadora para o desenvolvimento de talentos no segmento do comércio, a CDL Jovem (departamento da Câmara de Dirigentes Lojistas de Bento Gonçalves), vem dando continuidade ao seu propósito de formar novas lideranças: Jucieli Peccin assume a coordenação da diretoria, sucedendo ao empresário Leonardo Carboni.

A empresária atua como gerente comercial em um estabelecimento do comércio local, no segmento da moda, há seis anos. Integrante da CDL Jovem desde novembro do ano passado, Jucieli assume a coordenação por entender a importância que o departamento tem na perenidade e no constante aperfeiçoamento do varejo bento-gonçalvense. “Acredito que fazer parte da CDL Jovem é uma ótima oportunidade de aprendizado e desenvolvimento, tanto pessoal quanto profissional. A entidade é, para mim, uma grande escola”, destaca.

Sabedora dos desafios que irá enfrentar, ela confia no potencial empreendedor de Bento Gonçalves para potencializar as ações do grupo. “A CDL sempre foi destaque em estimular o desenvolvimento de líderes, oferecendo oportunidades do pequeno ao grande empreendedor. Vejo margem para estimular a inovação e a educação corporativa, especialmente por meio de palestras, cursos e capacitações – algo que já vem sendo um sucesso nos últimos anos. Outra proposta é gerar soluções simplificadas para esse novo momento de ‘físico-digital’ é uma das nossas missões”, comenta.

Ao encontro disso, a nova coordenadora destaca a importância da entidade para os lojistas locais, especialmente quem está iniciando. “Tudo precisa caminhar bem, e para isso precisamos estar preparados para novos tempos. Um jovem talento empreendedor muitas vezes esbarra nas dificuldades de ser empresário e, sem apoio, acaba indo para o setor público ou outras carreiras. A entidade, visando essas dificuldades, busca meios alternativos de treinamentos. Empreender nos tempos de hoje não é um desafio fácil, mas com boas cartas na manga e orientações seguras o processo se torna menos árduo”, considera.

Legado do antecessor

Leonardo Carboni ingressou na CDL Jovem em 2008 e, desde então, construiu uma trajetória evolutiva de contribuições e de aprendizados. “Na época, estava retornando à Bento Gonçalves após a conclusão da faculdade e procurando meios para me desenvolver e acelerar meu aprendizado, principalmente sobre o meio varejista da cidade. Já éramos associados a CDL e, por isso, fui buscar uma possibilidade de contribuir e, ao mesmo tempo, aprender com quem já tinha mais experiência no setor. Logo que entrei me senti em casa e sempre ajudei no que fosse possível para realização dos eventos da CDL Jovem, participando de todos treinamentos e palestras”, conta.

No período, não faltaram conhecimentos agregados à vida pessoal e profissional. “Praticamente toda minha vivência empresarial foi em paralelo a CDL Jovem. Aprendi muito a me comunicar melhor, a planejar e realizar eventos, mas, acima de tudo, a termos um setor mais unido, com mais força e mais tecnicamente preparado”, ressalta. Carboni também lembra das principais evoluções percebidas ao longo desse tempo no comércio local.

“Bento Gonçalves evoluiu muito ao longo desses anos. O centro da cidade ganhou vida, o turismo aumentou vertiginosamente. Nossa cidade, hoje, além de ser um polo industrial importante também é um dos maiores destinos turísticos do Brasil. Precisamos evoluir junto com esse crescimento e, consequentemente, a pressão por um comércio mais preparado e serviços melhores cresce proporcionalmente. Atualmente, temos desempenhado um papel bem melhor nesses quesitos de maneira geral, mas nunca podemos parar de aprender e aperfeiçoar”, pondera.

Nesse contexto turístico, Carboni também reforça a necessidade de união do setor para explorar ainda mais as potencialidades do segmento. “Apesar da grande evolução ainda temos um longo caminho pela frente. Exemplo disso são os eventos turísticos no centro da cidade, nos quais nosso comércio ainda não consegue manter as lojas abertas em turnos diferentes para acompanhar este movimento – tanto local quanto de turistas. Temos muito potencial ainda inexplorado em nossa cidade. Esse não é um movimento simples e fácil de resolver, mas acredito que, quando houver um acordo entre lojistas, sindicatos e poder público para potencializar os eventos que nossa cidade tem corriqueiramente, todos sairemos ganhando, gerando empregos e renda para a população e mais atrativos para nossos turistas”, pontua.

Resumindo sua participação na CDL Jovem até aqui, o empresário enfatiza que foram anos de muitos aprendizados e doação. “Realizamos diversas ações sociais em escolas, reunimos toneladas de alimentos para entidades da cidade, realizamos diversas palestras, atingindo milhares de pessoas em épocas chaves do ano para o comércio. Conheci de perto histórias de pessoas de sucesso com muita experiência e vivência em diversas áreas de nossa cidade – enfim, uma experiência que nenhuma faculdade nos ensina”, sentencia.

A CDL Jovem

Desde que o departamento foi instituído em Bento Gonçalves, há pouco mais de 20 anos – de forma pioneira no Rio Grande do Sul, ao lado das CDLs de Caxias do Sul, Passo Fundo e Porto Alegre – o propósito sempre foi garantir a perenidade da vertente empreendedora dos varejistas locais.

A CDL Jovem se tornou um espaço para adquirir conhecimento e gerar networking – um local para troca de experiências e desenvolvimento pessoal e profissional. No país, o departamento já está anexo as CDLs em 20 estados e no Distrito Federal, contabilizando presença em mais de 100 cidades brasileiras.

Compartihe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
Pinterest
portrait-of-handsome-male-builder-laughing-infront-Q8N7DXV.jpg
Join our newsletter and get 20% discount
Promotion nulla vitae elit libero a pharetra augue