Pulicado na Design Serra Outubro/21

Feiras nacionais e internacionais

voltam a movimentar o mundo

Expectativa pelo retorno das feiras de negócios e entretenimento movimentam setores de Bento Gonçalves.

O mercado de feiras e eventos de entretenimento ou de negócios começa a retomar a presença de público e espera acelerar a atividade nos próximos meses, com o avanço da vacinação e de autorizações do poder público. Um dos primeiros a parar na pandemia, o setor é agora um dos últimos a iniciar a recuperação.

Para 2022, de acordo com a União Brasileira de Feiras e Eventos de Negócios (Ubrafe), a expectativa é que o Brasil tenha um calendário pleno com mais de 700 feiras e eventos de negócios. Já, a Associação Brasileira dos Promotores de Eventos (Abrape) espera, para o próximo ano, que 100% da programação de eventos tenha voltado – o que representa, em média, 440 mil eventos no ano.

Bento Gonçalves se organiza para retomada das grandes feiras, em 2022. Para março, presenciaremos a Feira das Feiras, a união de dois dos maiores eventos do mundo no setor moveleiro, Movelsul e Fimma. Além da maior feira multisetorial do Brasil, a ExpoBento, que tradicionalmente ocorre no mês de junho e, também, é realizada em conjunto com a Fenavinho.

Expobento e Fenavinho juntas mais uma vez

A 30ª ExpoBento e 17ª Fenavinho têm suas programações presenciais previstas para ocorrer de 09 a 19 de junho de 2022, no Parque de Eventos de Bento Gonçalves. As equipes de organização e suas assessorias estão acompanhando as determinações referentes aos protocolos para realização de eventos e estudando formatos e estratégias para realizar as atividades da feira e da festa em conformidade a essas determinações.

“Como as normas são, ainda, muito voláteis, passíveis de alteração, não é possível estimar projeções de público ou informar com precisão como serão os procedimentos de acesso aos visitantes, por exemplo. O que podemos garantir, no entanto, é que ExpoBento e Fenavinho transcorrerão com pleno seguimento ao que determinarem as normas, prezando pela saúde e bem-estar de todos os envolvidos”, conta Gilberto Durante, diretor geral da 30ª ExpoBento.

Enquanto isso, ganham força projetos complementares, com o E-sports Bento, campeonato de games, cuja segunda edição acontece com grande sucesso, envolvendo competidores de sete Estados brasileiros e mobilizando uma série de empresas parceiras, ampliando o nicho de público e oportunidades de negócio para a ExpoBento. “São indicadores positivos e conquistas que renovam nosso ânimo e expectativa de realizar eventos de grandes resultados no próximo ano”, comemora Durante.

Promotores de oportunidades

O Centro da Indústria Comércio e Serviços de Bento Gonçalves (CIC/BG), na condição de representante da comunidade empresarial, cumpre importante missão de liderar a busca pelo desenvolvimento econômico e social do município e da região, além de fomentar o empreendedorismo.

Segundo o presidente da entidade, Rogério Capoani, o retorno das feiras é um importante incremento turístico e financeiro para Bento Gonçalves. “A promoção de eventos de relevância nacional, que contribuem de forma determinante para a geração de renda, empregos, fomento à economia, expansão de negócios, promoção do potencial turístico da região, acessibilidade da cultura, lazer e entretenimento sadio às pessoas – entre outras tantas”, explica.

“As diretorias estão trabalhando com muita dedicação e resiliência nos projetos da 30ª ExpoBento e 17ª Fenavinho e estamos confiantes não só com sua realização no próximo ano, mas sobretudo com a geração dos importantes e já tradicionais bons resultados que essas promoções costumam, há muitas décadas, trazer para a comunidade”, finaliza Capoani.

 

Bento será palco de negociações nacionais e internacionais

Pela primeira vez em edição conjunta, Fimma e Movelsul devem receber mais de 500 marcas participantes. De 14 a 17 de março de 2022, Fimma reunirá expositores de máquinas, insumos, serviços e acessórios, já a Movelsul é focada em mobiliário, design e decoração. Ambas terão a presença de compradores nacionais e internacionais, proporcionando infinitas possibilidades para a cadeia de madeira e móveis.

O presidente da Fimma, Euclides Rizzi, destaca que a união excepcional das feiras no ano que vem vai ampliar a geração de negócios qualificados para expositores de ambos os eventos. “Vamos oferecer uma experiência inovadora, reunindo todos os players da cadeia moveleira no mesmo lugar, ou seja, ampliando ainda mais as oportunidades de negócios para o setor moveleiro como um todo”, explica.

Para o presidente da Movelsul Brasil, Vinicius Benini, a expectativa é de reaquecimento econômico. “Com um cenário mais otimista, temos certeza de que, juntas, Fimma e Movelsul ocorrerão em um momento estratégico para aquecer o mercado – especialmente porque as duas feiras são sinônimo de prosperidade”, pontua.

Pelo Mundo

Mundo a fora, as feiras já estão acontecendo e movimentando a economia internacional. Recentemente a cidade de Verona, na Itália, voltou a ser palco da Marmomac – a mais importante feira internacional dedicada ao mármore, granito, tecnologias de processamento e design aplicado.

A indústria de mármore italiana foi colocada à prova desde o primeiro lockdown, com um forte declínio nas exportações e que levou o setor a repensar um novo futuro na economia do segmento em geral e no sistema feirístico. Sendo assim, em 2020, foi lançada a “Marmomac ReStart Digital Edition” que permitiu encontros, networking, divulgação e formação através de 158 eventos digitais transmitidos em streaming para mais de 22 países.

A 55ª edição da Marmomac voltou a ser realizada fisicamente nesse ano e a campanha de comunicação “Welcome Back to Verona” celebrou o regresso com a pedra retratando os rostos de mulheres e homens do setor, com o objetivo de associar as características de força e resistência do mármore à coragem e resiliência com que operadoras e empresas enfrentaram este período de incertezas e dificuldades.

Sabendo do momento delicado e com restrições de entrada na Itália para diversos países – o que acarretaria na queda do número de visitantes em relação às edições
anteriores, foi lançado o Marmomac Plus. Um portal virtual sempre ativo e aberto a todas as empresas do setor com objetivo de favorecer a comunicação, a promoção e o encontro dos protagonistas da área.

Outra novidade dessa edição foi a Marmo+Solutions, uma área expositiva que permitiu não só a apresentação de materiais, mas de produtos, soluções urbanísticas,
arquitetônicas e de design, explorando ao máximo o potencial e a versatilidade do mármore na flexibilidade na hibridização da pedra com outros materiais.

Nessa edição, também estreou o Marmomac Talks com encontros, palestras e workshops para manter o debate sobre o setor da pedra vivo e atual através da intervenção de profissionais especialistas. E no mesmo âmbito, as tecnologias subiram ao palco do Marmo+Tech: um espaço de divulgação e discussão em que as empresas falaram para um público de técnicos, gestores de fábrica e desenvolvedores de produtos, compartilhando cases, melhores práticas e mostrando as inovações da técnica a serviço de quem trabalha a pedra.

A exposição cumpriu todos os regulamentos anti-Covid, com a obrigatoriedade de “green pass” (certificação de vacina ou teste negativo) para funcionários, expositores e visitantes. Scanners térmicos nas entradas, 400 câmaras capazes de reportar qualquer aglomeração, higienização contínua das áreas e sistemas de ar condicionado.

Ainda em condição pandêmica foram 756 empresas expositoras, das quais 427 italianas e 329 estrangeiras para um total de 39 países representados. Toda a cadeia de abastecimento da pedra natural foi representada na ocasião: 53% dos expositores presentes eram especializados em produto e arquitetura, 18% em maquinaria, 14% em ferramentas e 5% em serviços. O espaço expositivo somou mais de 60 mil metros quadrados, distribuídos entre 9 pavilhões e áreas externas.

O evento contou com a presença de 250 grandes compradores estrangeiros, figuras selecionadas pela rede de delegados da Veronafiere e pela ICE Agenzia e consideradas altamente estratégicas para permitir que as empresas se aproximem de novos mercados. 

Apex Brasil na Marmomac 2021

Promotora dos produtos e serviços brasileiros no exterior, a Apex Brasil trabalha na busca de investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. Para alcançar esses objetivos, a agência realiza ações diversificadas de promoção comercial que visam promover as exportações e valorizar os produtos e serviços brasileiros no exterior, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira entre outras plataformas de negócios que também têm por objetivo fortalecer a marca Brasil.

Nessa edição da Marmomac 2021, a Apex Brasil reuniu 12 empresas brasileiras em ação organizada diretamente pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, com apoio
do projeto It’s Natural – Brazilian Natural Stone. “Apesar da pandemia e das diversas restrições, a feira superou as expectativas em todos os sentidos. As medidas sanitárias e a permanência controlada (até 120 horas) no país, imposta aos estrangeiros visitantes, afetaram sim o número de visitantes, pois mais da metade deles são internacionais, provenientes de 150 países, segundo edições anteriores. Entretanto, os visitantes que compareceram na edição 2021 foram mais qualificados, e vieram efetivamente para realizar negócios. Portanto, apesar do pavilhão brasileiro contar com menos empresas expositoras e algumas delas com apenas um representante, os negócios realizados superaram todas as expectativas e as empresas brasileiras estiveram ocupadas todo o tempo.

Do ponto de vista institucional e de país, nossa participação também foi fundamental, pois recebemos a delegação completa da VeronaFiere em nosso pavilhão, composto pelo Presidente, Vice-Presidente e Diretor Geral do evento, bem como pelo representante do Consulado Brasileiro em Milão. As conversações para a participação brasileira na próxima edição, maior e melhor, já foram iniciadas” – afirmou Paulo Roberto da Silva, coordenador de projetos setoriais da Apex-Brasil.

 

Vinitaly 2021 – A feira internacional de vinhos e destilados

A Vinitaly – Feira Internacional de Vinhos e Destilados – que acontece anualmente em Verona, na Itália, neste ano foi nominada “Special Edition” pelo momento ainda pandêmico e, portanto, não aberta ao público. Uma edição reduzida que reuniu apenas os principais players do setor com acesso restrito através de convites.

A feira é reconhecida mundialmente por ser uma grande festa do vinho, que permite ao visitante conhecer todo o cenário do mercado vitivinícola italiano em uma única experiência na estrutura gigantesca do Veronafiere. Foram três dias de Vinitaly Special Edition (17 a 19 de outubro) expondo o melhor da produção italiana, novos produtos e tendências.

Uma oportunidade para descobrir, saborear e avaliar toda a oferta, colocando questões diretas e detalhadas aos produtores, encontrando distribuidores, stakeholders e instituições. Com mais de 12.000 operadores profissionais, mais de 2.500 compradores (cerca de 22% do total) e 60 nações representadas, Veronafiere arquiva a edição especial e extraordinária de Vinitaly conectando
à 54ª edição agendada de 10 a 13 de abril de 2022.

“Este é um resultado acima das nossas expectativas” – declara o presidente da Veronafiere, Maurizio Danese. Empresas, consórcios, associações agrícolas e de cadeias de abastecimento e  operadores apoiaram o projeto dessa iniciativa empresarial que registou um elevado índice de contatos e vendas, bem como um índice de satisfação unânime.
No mapa dos países presentes naVinitaly Special Edition, Europa (com os países do Norte, Alemanha e França na liderança), Rússia, Estados Unidos e Canadá lideram a demanda por vinho italiano na feira, seguido pelo Leste Europeu (Romênia, Ucrânia, Polônia, Bielorrússia, Bulgária e República Checa), Reino Unido e China, que regressaram a Verona. “Uma geografia – comenta
Giovanni Mantovani, gerente geral da Veronafiere – perfeitamente alinhada com os números de crescimento registrados nos mercados internacionais que, nos primeiros 7 meses deste ano, registraram uma recuperação geral de 15% em relação ao mesmo período do ano passado. Mantivemos o compromisso declarado, ou seja, de uma edição especial altamente qualificada, com
operadores estrangeiros vindos precisamente das zonas onde o vinho italiano está crescendo significativamente.

Entre as áreas de interesse de operadores e compradores, aquelas dedicadas aos vinhos orgânicos e biológicos registraram um aumento na participação. Durante os três dias, de fato, as 42 empresas expositoras deste segmento viram suas agendas preenchidas com nomeações b2b, especialmente com representantes do Norte da Europa e da Alemanha. Embora na vanguarda
das novas tendências, o calendário da masterclass Mixology estava esgotado. Feedback positivo também para Sol & Agrifood e Enolitech, também em uma versão extraordinária.

Essa foi uma edição especial que marcou o retorno das feiras e eventos e um “aquece” para o setor que se prepara para a próxima e grandiosa edição que já tem data marcada para 2022, de 10 a 13 de abril. 

 

MARMOMAC | VINITALY por:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
portrait-of-handsome-male-builder-laughing-infront-Q8N7DXV.jpg
Join our newsletter and get 20% discount
Promotion nulla vitae elit libero a pharetra augue