A arte de organizar

Música, pintura, dança ou literatura, a arte está presente em nossa vida de diversas formas. Mas você já reparou o quanto a arte está presente no ambiente ao seu redor? A arquitetura é a perfeita expressão da arte e não poderíamos deixar de brindar o dia do arquiteto, fazendo referência a alguns profissionais da área.

Com função de abrigo e como reflexo sociocultural, a arquitetura expressa o estilo de vida, o cotidiano e os valores de seus usuários que podem ser averiguados através de uma análise da organização do espaço interior, da forma e do estilo. Pode-se considerar que a arquitetura é a arte de organizar um espaço com função específica.

Um ambiente pode expressar a personalidade de uma pessoa, família ou empresa e a importância do profissional é conseguir fazer essa leitura e transformar esse ambiente que também reflete em nossos sentimentos.

O processo criativo em projetos de arquitetura se desvenda através de estudos e afinidades, trazemos a vocês o perfil de alguns profissionais incríveis da Serra Gaúcha.

Representatividade e integração são essenciais

Com o objetivo de unir todos os interesses de uma categoria, a Associação dos Engenheiros e Arquitetos da Região dos Vinhedos (AEARV) busca, nos seus mais de 40 anos, a integração entre os profissionais de arquitetura e engenharia, através do conhecimento e do fortalecimento da categoria.

Para o presidente da entidade, Roberson Da Fré, a AEARV busca mostrar como estes profissionais, trabalhando juntos, podem melhorar a qualidade de vida da região e tornar as cidades mais humanas. “Como todos, a Aearv precisou se reinventar neste momento de pandemia, e buscamos nos reestruturar para melhor atender o nosso associado. Vamos continuar tendo a representatividade tão forte a frente dos municípios por nós atendidos, além de proporcionar ainda mais interação entre os profissionais, trocando experiências e conhecimentos”, garante.

Da Fré salienta que, em 2022, a entidade deverá retomar suas atividades presenciais de apoio e qualificação dos profissionais. “Como atividades para o próximo ano, podemos citar o 5º Congresso AEARV, que já está sendo elaborado além de outros eventos que enfatizem a valorização dos nossos associados”, comemora.

Segundo o presidente, a principal função da arquitetura é transmitir ao espaço, a personalidade e as necessidades dos seus usuários, sejam eles residenciais ou comerciais. “Saber ler estas necessidades e transformá-las em soluções concretas, aliando funcionalidade e estética é fundamental para que um projeto atinja esta função”, explica

Da Fré ainda realça a importância dos profissionais de arquitetura no mundo. “O auxílio de um bom profissional é imprescindível neste processo. Ele é capaz de entender, debater e sugerir a melhor solução para cada uma das necessidades. Considerando diversos fatores, como a qualidade espacial, custos e a durabilidade dos materiais e produtos utilizados”, diz.

O ambiente é parte do ser humano, toda vida acontece em algum lugar, e automaticamente, este lugar passa a fazer parte destas lembranças. E, é por isso, que cada ambiente é único, e nos traz sentimentos e memórias diferentes e que constroem quem somos. “O arquiteto é mais do que um criador de espaços, ele cria cenários que servirão de palco para as mais diversas situações da vida”, conta Da Fré.

“O nascimento de um filho, o casamento, o passeio no parque com seus amigos, tudo isso acontece em espaços pensados (ou pelo menos deveriam ter sido) por um arquiteto, para que ali a vida aconteça da sua melhor forma”, finaliza o presidente.

 

 

A primeira mulher arquiteta

Elisabete Valduga foi a primeira mulher arquiteta de Bento Gonçalves, sempre teve seu trabalho reconhecido e valorizado. Uma profissional apaixonada pela profissão e o que ela proporciona. “A experiência de ter trabalhado desde o início da faculdade com o engenheiro João Carlos Pompermayer foi fundamental para pavimentar a minha caminhada”, lembra.

Elisabete revela ter um jeito simples, uma mulher sempre disposta a aprender com as pessoas. Segundo a arquiteta esses foram fatores importantes para que ela conseguisse ser respeitada e ter suas considerações aceitas no meio profissional.

A frente de um escritório que atua na área residencial, comercial e corporativa, incluindo interiores e obras, Elisabete afirma estar sempre em busca de soluções que atendam os desejos dos clientes, criando espaços personalizados, práticos e aconchegantes.

Ela diz ainda que para chegar ao resultado satisfatório é preciso conhecer bem o cliente, saber ouvir e estar sempre ao seu lado. “São preceitos essenciais para realizar os seus sonhos e o nosso em compartilhar sua felicidade. Projetos e obras que transmitem transparência e tranquilidade ao cliente é a minha grande realização”, conta.

Cultivar os antigos clientes e conquistar novos é o resultado de comprometimento para profissional. “Acredito que meu maior desafio foi ter conquistado e mantido um escritório com comprometimento e projetos de qualidade, por muitos anos”, finaliza.

 

 

 

 

Arquitetura hospitalar e humanizada

A arquiteta Adriana Peccin é uma das poucas profissionais especializadas na área da saúde em arquitetura hospitalar. Ela conta que é preciso ouvir as vontades do cliente e ter sensibilidade para desenvolver o melhor projeto. “Surpreender o cliente é uma tarefa muita satisfatória, pois ver o brilho no olhar quando apresentamos o projeto é simplesmente maravilhoso, e isso faz com que continuemos nossa meta em sempre fazer o melhor”, conta.

A essência do cliente é o ponto principal para traduzir a identidade no espaço. “Procuro trabalhar com a essência do cliente, entender nas entrelinhas de uma entrevista, o que ele sonha, procurando ter a sensibilidade de ouvir e traduzir em projetos a necessidade e os desejos dele”, revela Adriana.

Na especialidade de Adriana, a arquitetura hospitalar não é sobre ser bonito, aconchegante e minimalista, mas sim uma arquitetura que faz sentido às pessoas, que tenha interação entre os espaços, fluxos corretos, buscar a comunicação entre os setores. Fazer da arquitetura uma ferramenta que seja das pessoas e que elas se apropriem dos espaços e se conectem com ambientes confortáveis e estimulantes. “Escolhi arquitetura hospitalar pois tenho uma missão de vida, que é poder ajudar na recuperação dos pacientes, e trazer para eles através do meu trabalho um ambiente mais humanizado. Uma tarefa difícil e um tanto desafiadora, pois existem normas que regem as escolhas, mas o resultado final, ou ter um feedback positivo do paciente sobre um ambiente que ele esteve, é muito gratificante”, conta.

 

 

 

 

Com olhar do coração

Carolina Brandalise é uma arquiteta atenta aos detalhes e que se mostra realizada com a profissão. A profissional conta que já foram muitas pessoas que passaram pelos seus projetos e muitos sonhos foram realizados nesses três anos de formada. “Arquitetura é uma profissão muito diferente de todas as outras, o arquiteto lida com coisas muito importantes na vida de cada cliente. Às vezes, somos contratados por alguém que trabalhou anos e anos para, finalmente, construir a casa dos sonhos. Somos nós (arquitetos), quem vamos começar a tirar esse sonho do papel”, se emociona.

O arquiteto deve ter a sensibilidade de captar a essência de cada cliente, e assim, tornar cada projeto único. “É necessário fazer um briefing com o cliente, ou seja, uma reunião, duas, ou mais, com o objetivo de captar ao máximo informações sobre a vida dele ou da empresa. Acho que sem isso, nosso trabalho deixa de ser uma boa arquitetura. Se o projeto não tiver a personalidade do cliente, ele vira um projeto qualquer”, explica.

Para Carolina, o ambiente afeta nossos sentimentos. “Uma casa ou apartamento bem projetados se tornam o nosso lar, nosso refúgio. Precisa ser acolhedor, aconchegante e passar uma sensação boa para quem o habita. Quando chegamos em casa, após um longo dia de trabalho, só precisamos de um lugar que nos abrace. Da mesma forma que nosso ambiente de trabalho, se não nos sentirmos bem nele, que vontade teremos de trabalhar?”, questiona a arquiteta.

 

 

 

 

 

 

Projetos que conectam pessoas

“A arquitetura é responsável por muito do que afeta o dia a dia das pessoas. A profissão de arquiteto é de extrema responsabilidade”, assim definiu a arquiteta Juliana Pereira, diretora da Pulse – Arquitetura de Conexão. “O principal papel do arquiteto, além de entender as necessidades do cliente ou empresa e achar soluções para solucionar problemas, temos também que surpreender esse cliente”, afirma.

Juliana explica que a Pulse trabalha com uma metodologia onde faz com que o cliente participe de forma ativa na construção do projeto. Nesse processo o objetivo é captar a essência e a personalidade do cliente ou empresa. “Muitas pessoas acham que trabalhamos só na hora de fazer uma planta baixa ou na hora de fazer um projeto, mas não. A gente trabalha antes disso. O momento que a gente conversa com o cliente, entende as necessidades, monta um briefing, muito antes do projeto, é muito importante”, aponta.

A arquiteta afirma também que para entender as necessidades dos clientes é preciso mergulhar nos processos para compreender todos os pontos e, principalmente, a cultura da empresa. Lembrando que a Pulse é um escritório de arquitetura corporativa e comercial. “Nós aqui na Pulse estamos remodelando nossos processos, porque percebemos que precisamos ser assertivos”, revela.

O ambiente afeta muito os sentimentos, e ambientes corporativos saudáveis são necessários. Os ambientes das empresas precisam mudar para que os colaboradores se sintam bem e, consequentemente, tenham uma produção melhor. “E isso vai depender muito da cultura de cada empresa. Hoje, temos que trabalhar com os cinco sentidos. As pessoas querem ter experiências de compras, ter uma experiência em restaurante, o quanto me sinto bem entrando no consultório, o quanto me sinto bem dentro da minha casa? Sim, os ambientes afetam não só os sentimentos, mas todos os sentidos”, garante.

 

Desde 2018, o Dia do Arquiteto e Urbanista
é comemorado oficialmente no dia 15 de dezembro.

 

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
portrait-of-handsome-male-builder-laughing-infront-Q8N7DXV.jpg
Join our newsletter and get 20% discount
Promotion nulla vitae elit libero a pharetra augue